sábado, 19 de maio de 2007

Você pode fazer infinitamente ...

3 comentários:

Marli disse...

Andrea e colegas!
É difícil lidar com esse problema da inclusão, ou melhor, da falta dela. E em se tratando de tetraplegia, ainda mais, pois o graus de dificuldade é imenso.Mas certamente o fio de vida que essas pessoas prservam, vale todo o nosso esforço. Coragem! Vamos adiante nessa árdua tarefa de abrir caminhos! Beijos!

Evelyn Silva disse...

Acabei de encontrar esse blog!!
Ele é simplesmente fantástico!!

li a história de um rapaz, nesse blog, com tetraplegia. Fiquei encantada com a determinação em superar as limitações impostas por essa condição.
li também rapidamente sobre a motivação de vcs profissionais de saúde em ajudar, isso é humanamente lindo!
Com mais calma vou ler os outros textos. É porque agora tenho que sair do pc mesmo, sabe como é né? Divido o pc com o foofo do meu irmão rsrrs

bjs a todos!!!
fiquem com DEUS!!!

Evelyn Silva disse...

Ahh desculpas pela atrapalhação! Fiquei tão empolgada com os textos super interessantes, que acabei dando uma atrapalhada na hora de comentar.
Na parte em que falei sobre a motivação de vcs profissionais de saúde em ajudar, não sei se estou errada ,me corrijam, se assim estiver, mas, vcs os mentores desse blog, são educadores, certo?

Se for ou não for, é lindo do mesmo jeito!
Desde de já uma fã!!
: D